Dois Reis

Dois Reis
Vivemos uma vida extremamente ocupada, nosso tempo entre trabalho e trabalho é muito restrito, trabalhamos demais e descansamos pouco, passeamos pouco, vamos à praia muito pouco, curtimos nossos filhos muito pouco, e por aí afora… e o pior de tudo é que ganhamos muito pouco, sim, porque quando consideramos a quantidade de horas e o esforço investido, somado a tudo aquilo de que somos privados, sem contar ainda o envelhecimento e o desgaste fisico, nosso pagamento estará sempre aquém das nossas expectativas, porque não há quantidade de dinheiro que possa pagar tudo isso.


Vivendo nessa terra do tio Sam há mais de quarto decadas, um país capitalista com uma roda-viva economica da qual não se pode escapar, e na qual vivemos como cães perseguindo a propria cauda, descobri que o mundo é um péssimo e maldoso rei. Um rei que, ao mesmo tempo em que enche a cabeça e o coração dos seus subalternos com fantasias e promessas de riquezas mirabolantes e de conquistas muitas vezes inalcançáveis, os abandona na velhice à beira do caminho, deixando-os à mercê da misericordia de familiares ou na dependencia das migalhas do govêrno. E aqueles que, porventura vivem luxuosamente e acumulam muitos bens, terminam viajando como passageiros comuns e às sós para uma eternidade incerta, e ainda sem a possibilidade de levar nada consigo. Deixando tudo pra trás.


Mas descobri tambem que existe um outro rei. Um Rei bondoso e amoroso, que nos incentiva a acumularmos o nosso tesouro nos ceus e que nos cobra um unico tributo, o nosso coração. Um Rei que promete estar ao nosso lado todos os dias da nossa vida e nunca se esquecer do nosso trabalho. Que nos paga, não com dinheiro, mas sim com bençãos, com amor, provisão e proteção. Um Rei que jura fidelidade aos seus súditos ainda que eles não lhe sejam fiéis, e que lhes promete mansões celestiais e uma eternidade gloriosa ao seu lado.


Êsse é aquele mesmo Rei que, deixando um dia a sua realeza se tornou servo dos seus servos, misturando-se e habitando entre êles, e depois de lhes endireitar o caminho e de lhes ensinar toda a verdade, morreu numa cruz, derramando por êles o seu precioso sangue, para que todo aquele que vier a crer nesse sacrificio maravilhoso tenha os seus pecados perdoados e entrada garantida no seu reino celestial.


Êsse é aquele mesmo Rei que, depois de morto foi milagrosamente ressucitado, e a sua ressurreição nos deixa uma unica pergunta:


A qual desses reis vale a pena servir?


Edilton Vilela

Leave A Comment

Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.

Translate »